EUA defenderão Filipinas se atacados no Mar da China Meridional: Blinken

45 2022-08-07 09:55:23 Politica
O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, garantiu às Filipinas no sábado que os Estados Unidos viriam em sua defesa se atacados no Mar da China Meridional, buscando aliviar as preocupações sobre a extensão do compromisso dos EUA com um tratado de defesa mútua.

Em reuniões em Manila dominadas por discussões sobre as tensões entre EUA e China sobre a visita a Taiwan da presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, Blinken disse que um pacto de defesa de 70 anos com as Filipinas era "resistente".

"Um ataque armado às forças armadas filipinas, embarcações públicas e aeronaves invocará os compromissos de defesa mútua dos EUA sob esse tratado", disse Blinken em entrevista coletiva. "As Filipinas são amigas, parceiras e aliadas insubstituíveis dos Estados Unidos."

Blinken foi o mais alto funcionário dos EUA a conhecer o novo presidente Ferdinand Marcos Jr., filho do falecido homem forte que Washington ajudou a fugir para o exílio no Havaí durante uma revolta de "poder popular" em 1986 que encerrou seu governo de duas décadas.

No discurso de abertura para Blinken, Marcos procurou minimizar a crise diplomática sobre Taiwan e disse acreditar que a viagem de Pelosi "não aumentou a intensidade" de uma situação que já era volátil.

Clica para ler mais Partilha Agora

Artigos Relacionados